Guia de Compra de Servidores: Rack, Torre ou Blade

Se você for proprietário de uma pequena empresa com vários computadores, provavelmente este seja o momento de considerar o investimento em um servidor. Os servidores ajudam a manter seus dados seguros e organizados, permitindo que você conduza seus negócios de maneira mais eficiente. Os servidores proporcionam à sua empresa uma solução única para

Gerenciamento centralizado de e-mails Conectividade consolidada de Internet Desenvolvimento interno do site Monitoramento de acesso remoto Suporte a dispositivo móvel Compartilhamento de arquivos e impressoras Backup e restauração

..para citar apenas alguns

A escolha da solução certa de servidor começa pelo entendimento de como ele será usado. Que tipos de aplicativos ele executará? Essas funções são fundamentais para sua empresa?

O que é um servidor?

O que é um servidor?

Em resumo, um servidor é, basicamente, um computador mais potente do que seu desktop comum. Ele foi desenvolvido especificamente para transmitir informações e fornecer produtos de software a outros computadores que estiverem conectados a ele por uma rede.

Os servidores têm o hardware para gerenciar o funcionamento em rede wireless e por cabo Ethernet, normalmente através de um roteador.

Eles foram desenvolvidos para lidar com cargas de trabalho mais pesadas e com mais aplicativos, aproveitando a vantagem de um hardware específico para aumentar a produtividade e reduzir o tempo de inatividade.

Os servidores também oferecem ferramentas de gerenciamento remoto, o que significa que um membro da equipe de TI pode verificar o uso e diagnosticar problemas de outro local.

Isso também significa que você pode executar manutenções de rotina, como adicionar novos usuários ou alterar senhas.

Quando eu preciso de um servidor?

Comece fazendo estas perguntas a si mesmo para saber qual é o momento de investir em um servidor:

Você está usando dois ou mais computadores em sua empresa? Armazenando e organizando os dados em um local central, você poderá acessar e compartilhar arquivos com facilidade e gerenciar informações de negócios com mais eficiência. Você tem uma força de trabalho móvel? Empresas que têm uma força de trabalho móvel (funcionários que trabalham de casa ou viajam com frequência) certamente precisam de um servidor. Seus funcionários podem se conectar remotamente à rede da empresa e acessar informações e recursos onde quer que estejam. Seus funcionários compartilham documentos entre vários computadores? Em caso afirmativo, você corre o risco de perder arquivos importantes, além de ter várias versões de documentos essenciais. Os servidores fornecem um local centralizado para armazenar e organizar documentos importantes. Você pode se permitir perder arquivos e dados valiosos? Eles podem ser substituídos ou restaurados? Um servidor pode ajudar você a organizar os dados e a proteger seus negócios contra perda ou danos de arquivos. Você pode fazer backup das informações do servidor para um sistema de backup e de recuperação dedicado. Assim, se alguns dos dados importantes de sua empresa forem acidentalmente excluídos, perdidos ou roubados, você poderá ter certeza de que seus arquivos estarão seguros no backup e que você poderá restaurá-los novamente. Com vários discos rígidos em um servidor e com seus sistemas de backup, você pode ter certeza de que falhas no disco rígido não apagarão seu sistema novamente. Você precisa hospedar seu próprio site? Um servidor permite que você gerencie e desenvolva seu próprio site, podendo administrar seus negócios com mais facilidade. Você precisa compartilhar acesso a periféricos, como impressoras e aparelhos de fax? Os servidores permitem que todos no seu escritório tenham acesso a esses periféricos. E mais, os servidores transferem a carga de seu computador local e colocam as tarefas em filas para impressão ou para serem enviadas por fax.

Por que eu preciso de um servidor?
Investir em um servidor permite que

Seus funcionários compartilhem ferramentas de software e acessem os bancos de dados da empresa no local e fora do local. Você gerencie melhor computadores e aplicativos de software adicionais, bem como controle o acesso que seus funcionários e dispositivos têm a determinadas informações. Você controle o acesso a informações confidenciais, como registros financeiros e informações pessoais, ao armazená-las longe de olhos curiosos. Ele permite que você gerencie melhor firewalls e proteção contra vírus, ajudando você a prevenir invasões indesejáveis. A proteção é muito importante quando você tem uma força de trabalho móvel. Você pode adicionar facilmente plataformas, como um software de gerenciamento do relacionamento com o cliente (CRM) e programas de contabilidade, os quais permitem que você agende reuniões de grupo, compartilhe informações e gerencie clientes e fornecedores. Eles também permitem que seus funcionários enviem e-mails e fax para o grupo e organizem contatos e dados de clientes em um único local.

Que tipo de servidor eu preciso?

O servidor que você escolher deverá refletir o número e o tipo de aplicativos que devem ser executados. Você precisa saber quantos usuários (clientes) ele terá. Muitos aplicativos comuns, como serviços de impressão, compartilhamento de documentos do Office, como arquivos do Word e do Excel, impõem demandas de processamento tão fáceis que um único servidor de baixo custo pode ser capaz de gerenciar toda sua empresa com facilidade.

Outras tarefas, como hospedagem de grandes bancos de dados ou bibliotecas de imagens, exigem mais potência para processamento aliada a discos rígidos grandes e rápidos e conexões de rede com grande capacidade.

Na compra de um servidor, há três itens a se considerar:

1. Tipo de servidor: em torre, em rack ou blade?

2. Configuração de hardware

3. Software de servidor

Em torre, em rack ou blade?

Em torre, em rack ou blade?Você pode escolher entre estes três tipos de servidores:

Fonte: http://www1.la.dell.com/content/topics/segtopic.aspx/pt/dell-server-basics-buy-guide?c=br&cs=brbsdt1&l=pt&s=bsd#sec_043

Em torre

Têm problemas de espaço limitado e precisam de processamento centralizado sem uma sala de dados

Precisam de monitoramento e manutenção mais fáceis de recursos em rede Desejam reduzir a suscetibilidade a invasões e ataques através de um local central

Normalmente, recomenda-se o formato em torre para seu primeiro servidor. Você também poderá escolher o número de discos rígidos e de processadores em seu servidor. Para um escritório com menos de 25 funcionários, um servidor com um único processador e de 2 a 4 discos rígidos deve ser suficiente. Se você tiver mais do que 25 funcionários ou se estiver planejando executar aplicativos com uso intenso de dados, recomenda-se um servidor com dois processadores e 4 a 6 discos rígidos.

Em rack

Desejam aumentar o espaço em um data center centralizado

Precisam de flexibilidade para combinar e agrupar servidores e ajustar aplicativos e cargas de trabalho Precisam de grande armazenamento interno dedicado para o servidor.

Servidores em rack são melhores para pequenas empresas que sejam bem versadas no mundo dos servidores ou para uma empresa de porte médio que precise de mais servidores.

Blade

Mais processamento Menos espaço Menos consumo de energia Menos tempo e dinheiro gastos em gerenciamento

Servidores blade são ótimos para empresas que necessitam de uma capacidade de computação muito maior ou para empresas que planejam desenvolver um data center.

Configuração de hardware do servidor
Os servidores usam a mesma arquitetura ou configuração básica que seu desktop. No entanto, um servidor possui recursos de hardware aprimorados, como

Múltiplos processadores de vários núcleos Opções de memória mais rápida para um maior desempenho de aplicativos Vários discos rígidos para maior capacidade e redundância de dados Placas de rede especializadas

. . . e muito mais.

Placa de sistema
A placa de sistema, também conhecida como “placa-mãe”, é a placa de circuitos principal do computador à qual todos os outros componentes do servidor estão conectados.
Entre os maiores componentes da placa de sistema estão o processador (ou CPU), o circuito de suporte, chamado de chipset; a memória, os slots de expansão; um controlador de disco rígido e portas de entrada e saída (E/S) para dispositivos como teclados, mouses e impressoras. Algumas placas de sistema também incluem recursos integrados adicionais, como adaptador gráfico, controlador de disco SCSI ou interface de rede.

Processador
O processador é o cérebro do servidor. O número de processadores no servidor e sua velocidade afetam profundamente a capacidade do servidor de suportar aplicativos. Os processadores mudam frequentemente, e pode ser difícil determinar qual deles é adequado para seu aplicativo. Você deve considerar três características principais ao selecionar um processador.

Velocidade do relógio
É a velocidade em que o processador opera, normalmente medida em gigahertz (GHz). Geralmente, quanto mais rápido melhor; ou seja, servidores com velocidades mais altas fornecem melhor desempenho. Isso pode se traduzir na capacidade de suportar mais contas simultâneas do Outlook, gerenciar mais solicitações da Web durante períodos de pico de demanda ou realizar consultas rápidas no seu banco de dados de clientes. Adquirir um processador com maior frequência melhora o desempenho do sistema atual e também ajuda a garantir que o servidor consiga gerenciar futuras demandas.

Contagem de núcleos
O número de processadores físicos no próprio processador. Atualmente, a maioria das CPUs de servidor tem de dois a quatro núcleos. Vários núcleos permitem uma melhor realização de várias tarefas, em servidores que executarão vários aplicativos. Por exemplo, a procura de vírus pode ser executada em um núcleo, enquanto o backup de dados é realizado por outro núcleo independente.

Tamanho do cache
Cada processador tem uma memória integrada de alta velocidade localizada diretamente na unidade de processamento central (CPU) e próximo a essa. Um tamanho maior de cache reduz a frequência exigida pela CPU para recuperar os dados da memória de sistema que fica fora da CPU. Para a maioria dos  aplicativos, isso melhora a capacidade de resposta do sistema e oferece uma experiência de usuário mais aprimorada. Em geral, CPUs com contagens de núcleos e frequências mais elevadas têm tamanhos de cache maiores, a fim de fornecer um excelente desempenho.

Memória
Ao abrir um arquivo ou documento, o servidor precisa de um lugar para controlar temporariamente o arquivo. Ele usa chips especializados de alta velocidade, chamados memória de acesso aleatório ou RAM. O arquivo atual será salvo no disco rígido quando você “Salvar” o arquivo. A RAM foi projetada para acesso rápido e para lembrá-lo rapidamente onde o arquivo está armazenado no sistema de disco rígido permanente.

A regra básica geral é adicionar a maior quantidade de RAM possível. Quanto mais RAM estiver disponível, mais operações seu servidor será capaz de gerenciar ao mesmo tempo, sem precisar acessar os discos rígidos (que são mais lentos que a RAM da placa de sistema).

Armazenamento ou sistema de disco rígido
Os discos rígidos fornecem ao servidor uma grande biblioteca contendo todos os arquivos que ele pode acessar. Pense nessa biblioteca como um armário de arquivos em constante expansão. O tamanho e o tipo dos sistemas de disco rígido dependem da quantidade de dados que você precisa armazenar.

Armazenamento interno
A maioria dos servidores está configurada com um disco rígido muito grande, semelhante ao disco rígido em seu desktop. No entanto, os discos rígidos do servidor foram projetados especialmente para tempos de acesso rápidos e para a capacidade de adicionar vários discos rígidos internamente.

Em algum momento, você pode precisar adicionar mais discos rígidos e anexar sistemas de disco rígido externo.

RAID
Matriz Redundante de Discos Independentes: combina discos rígidos em um sistema de armazenamento grande e lógico, que grava os dados em mais de um disco para garantir maior confiabilidade. Para usar um sistema de disco rígido RAID, você precisará incluir uma placa Dell PowerEdge Raid Controller (PERC), que gerencia os dados gravados nesses discos.

Controlador de rede
A conexão de rede é uma das partes mais importantes de qualquer servidor. O controlador de rede gerencia as entradas e o tráfego de clientes (em outros computadores) em seu escritório.

Fonte de alimentação
Visto que um servidor normalmente tem mais dispositivos que um desktop normal, ele necessita de uma fonte de alimentação mais potente (300 watts é a comum). Se o servidor hospeda um grande número de discos rígidos, ele pode necessitar de uma fonte de alimentação ainda mais potente.
Agora, você precisa considerar qual opção de formato atenderá às suas necessidades: em torre, em rack ou blade.

Software de servidor
Os requisitos para o sistema operacional e para o software de aplicativos de um servidor são diferentes dos requisitos de um desktop. Um servidor tem mais capacidade para compartilhar dados de várias pessoas de maneira segura, reduzindo os gargalos.

Autenticação centralizada
Um dos maiores benefícios de um servidor é que ele pode hospedar um diretório central do usuário. Ele contém os nomes de usuários e as senhas de todos os funcionários da empresa. Todos os sistemas de desktop na rede estão conectados ao servidor, o que permite que os usuários acessem qualquer desktop na rede com seu nome de usuário e senha. Seus arquivos e configurações serão exibidos como se eles estivessem sentados na frente do próprio computador. Essa funcionalidade é fundamental para a segurança, fornecendo a base para muitas outras facetas da computação em rede.

Compartilhamento de arquivos
O diretório central do usuário também pode ser usado para permitir ou negar acesso a determinados arquivos. Um servidor normal de uma pequena‐empresa terá compartilhamentos de arquivos disponíveis, contendo arquivos pessoais dos usuários, assim como arquivos compartilhados que outros usuários podem acessar quando necessário. Dedicando uma parte a cada usuário, as informações confidenciais e privadas podem ser armazenadas em um lugar onde apenas o usuário poderá acessá-las.

Tornando o e-mail interno e implementando o e‐mail móvel
Adicionar um servidor e configurá-lo para gerenciar tarefas de e‐mail transforma todos os seus e‐mails em in‐ternos, tornando o acesso dos usuários aos e‐mails mais rápido e mantendo informações confidenciais dentro da empresa. Além disso, movendo os e‐mails da empresa para um servidor local, você pode permitir o acesso aos e‐mails usando seus dispositivos móveis, como celular Windows Mobile, BlackBerry ou Dell Streak.

Aplicativos centralizados
Aplicativos empresariais adicionais, como aplicativos de gerenciamento de recursos do cliente ou de um inventário, podem ser executados a partir de seu  servidor e usados por seus funcionários, mantendo os dados seguros no armazenamento redundante do servidor. Na maioria das empresas, esses aplicativos são fundamentais para a empresa, e mantê-los seguros é um requisito incondicional, especialmente à medida que a empresa cresce.

Backup de dados
Um dos serviços mais importantes que um servidor fornece é fazer o backup de seus dados empresariais essenciais. Em caso de falhas catastróficas, incêndio ou enchente, esses dados podem ser o diferencial entre manter as portas abertas ou fechá-las definitivamente. O software de backup em execução no servidor faz cópias do sistema operacional do servidor e de arquivos para a fita ou para outro dispositivo de armazenamento externo. Depois de concluídos, esses backups podem ser armazenados fora do local em um lugar seguro.

Construa uma intranet e uma extranet
Um local de intranet simples para seus negócios pode hospedar links rápidos para formulários, arquivos usados com frequência e informações para seus funcionários, bem como funcionar como um ponto central para distribuir informações para toda a empresa.

Virtualização
À medida que a rede do servidor e a infraestrutura crescem, você notará que alguns de seus servidores estão executando um único aplicativo. Eles podem estar usando apenas 60 a 70% de sua capacidade de processamento. Você pode controlar essa subutilização da capacidade do servidor criando máquinas virtuais em um único servidor por meio de um sistema de software especializado, conhecido como “virtualização”. Dessa forma, assim que começar a investir, você poderá  obter mais de seu investimento sem precisar aumentar sua infraestrutura.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *