A Evolução dos Monitores

http://blog.elgscreen.com/wp-content/uploads/2012/08/evolucao-dos-monitores.jpg

Os monitores CRT

Um monitor CRT (Cathode Ray Tubes) é um tipo de tecnologia composta por uma ampola de vidro por onde passa uma corrente de grande tensão. São disparados elétrons através do vidro, que depois passa por uma bobina de indução magnética. A bobina muda à direção dos elétrons que se chocam em uma camada fosforescente e esta brilha com cada impacto no ponto exato.

Monitor CRT LG
A trajetória dos monitores de tubo vem da década de 70 quando alguns entusiasmados pela tecnologia da informação resolveram utilizar a mesma interface gráfica dos videogames, que utilizava os televisores, para baratear os custos. Em 1970 a tecnologia da informação deu seu primeiro passo lançando o VT05 da DEC, era o inicio de um computador pessoal com um monitor monocromático, embutido que exibia as informações em tempo real com 20 linhas e 72 colunas de caracteres alfanuméricos.

DEC-VT50

Logo após esse período, surgiram os monitores coloridos de CRT que utilizavam o mesmo sistema dos televisores convencionais: Os tubos de raios catódicos. Os primeiros monitores de CRT eram adaptações dos aparelhos de TV, mas passaram por um processo de aperfeiçoamento que os diferenciaram dos aparelhos televisivos.
Os monitores de Cristal Líquido.
As telas de cristal líquido teve sua exploração iniciada na década de 80 e incorporada nos computadores, especificamente nos laptops, devido o seu alto custo. Os modelos iniciais eram de cores bem vívidas igualmente a de uma calculadora.

HX-20 da Epson
Dentro de um monitor LCD (Liquid Crystal Display) existe minúsculas células com cristais em pó numa suspensão líquida, quando passa uma corrente elétrica, esses cristais mudam de posição e passam a filtrar a luz numa só direção (polarização), ou seja, não transmite luz, só filtra. Os monitores são brilhantes, pois possuem em volta micro lâmpadas fluorescentes que providenciam a iluminação.

Monitor de LCD Philips
Do LCD ao LED

LED é a tecnologia que melhora a iluminação os monitores de cristal líquido, no lugar de uma única lâmpada fluorescente central, utilizam-se várias lâmpadas de led. Desta forma obtém-se uma imagem mais rica em cores, contraste mais acentuado e com uma alta definição. Com espessura média de 3 centímetros, estes aparelhos consomem menos da metade da eletricidade de um monitor de LCD comum.

Monitor LED Samsung

Monitor Wireless: A transferência é feita sem qualquer cabo, do computador para a tela, em uma distância limitada, o monitor pode ser deslocado sem interferências comprometendo a imagem na tela. Um dispositivo USB se encarrega de transmitir as imagens via wireless.
OLED: Recurso tecnológico na qual se baseia no princípio da tela de plasma, o OLED utiliza diodos orgânicos de carbono no lugar das células de plasma. Além da iluminação, eles se encarregam de gerar as imagens, dispensando o cristal líquido e resultando em uma imagem melhor e gerada mais rapidamente.

Monitor 3D: Os monitores comuns reproduzem gráficos tridimensionais em dua dimensões (2D) da tela, os monitores de três dimensões aumentam a noção de profundidade, textura e volume dos objetos representados na tela. Exigem placas gráficas com maior poder de processamento e, na maior parte dos modelos, óculos 3D específicos também são necessários.

Fonte:http://veja.abril.com.br/blog/10-mais/tecnologia/as-10-tecnologias-que-se-tornaram-mais-obsoletas/
Fonte: http://www.tecmundo.com.br/video/2350-a-historia-dos-monitores.htm

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *